Submeta seu trabalho para nossa análise!



Nossa editora de livros trabalha com editorações e publicações de diversos tipos de trabalhos científicos, os quais: relatórios de  pós-doutorado, teses de doutorado, dissertações de mestrado, monografias ou trabalhos de conclusão de cursos de graduação ou pós-graduação, assim como artigos científicos e anais de congressos, encontros ou simpósios acadêmicos, ou textos independentes, todos em forma de livros eletrônicos e impressos.

Os livros editorados por nossa empresa são disponibilizados em nosso site para download gratuito por tempo indeterminado, além de ser disponibilizado em repositórios internacionais: Open Library e Amazon Good Reads. Ainda, todos os livros são registros na Câmara Brasileira do Livro para obtenção do respectivo ISBN, além do registro no DOI (Digital Object Identifier). O DOI (prefixo 10.35587) pode ser registrado para o livro completo, ou para cada capítulo, quando se trata de um livro organizado, com diferentes autores em cada capítulo. Nosso prefixo editorial de ISBN é "81028".

O pagamento da editoração dos livros pode ser realizado por meio de depósito bancário ou cartão de crédito em até 5x sem juros, por meio do paypal. O valor para publicação de capítulos de livro é R$ 390,00 por capítulo.

Para orçamentos de livros completos ou impressões de livros físicos, entre em contato com nossa equipe pelo email: editora@brazilianjournals.com.br.

Estamos sempre a disposição para melhor atendê-lo(a)!









Detalhes do E-book

Título: Análise espacial dos casos de feminicídio do Piauí e de violência contra a mulher em Teresina (v.1)
Informações
ISBN
978-65-81028-05-3
Autores(as)
Antonio Anderson dos Reis Filho, Igor Bruno da Silva Cardoso, Laís Virgínia Ribeiro de Sousa, Péricles Luiz Picanço Júnior
Sobre esta obra

Esta publicação é resultado de uma pesquisa científica relativo aos casos de

feminicídio no Estado do Piauí e de violência contra a mulher em Teresina. Está

dividida em cinco capítulos ancorados em dados reais com o propósito maior de

mostrar o resultado de uma análise espacial das ocorrências de feminicídios

circunstanciados em fatos e violência contra a mulher em Teresina, no ano de 2015.

Baseado na coleta de dados reais concentrado em um banco de dados geográficos,

mostra-se a investigação e a distribuição dos homicídios de mulheres no Estado do

Piauí fazendo uso de mapas temáticos relativos ao ano de 2015; compara e analisa

a incidência criminal com o perfil da população apresentado através do Índice de

Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM); identifica municípios prioritários que

necessitam de intervenção sobre a violência contra a mulher; identifica os bairros

com maiores registros de ocorrências relativos à crimes contra a mulher em

Teresina; identifica uma possível relação entre raça/cor e estado civil das vítimas e o

número de casos de violência contra a mulher nos bairros de Teresina e coteja se há

relação entre a renda média de um bairro com o índice de delitos contra a mulher.

Utilizou-se o geoprocessamento como geotecnologia apropriada para a produção

dos resultados. A violência contra a mulher é um problema que acompanha a

história da humanidade. Felizmente, nos últimos anos, o assunto ganhou espaço

entre os principais debates sociais e as mulheres estão cada vez mais empenhadas

em lutar pelos seus direitos. O presente trabalho de conclusão de curso tem por

meta realizar uma análise espacial dos dados de feminicídios no estado do Piauí e

dos casos de violência contra a mulher em Teresina, ao longo do ano de 2015. Para

atingir tal finalidade, fez-se uso do software Quantum Gis, uma ferramenta

geotecnológica bastante empregada em trabalhos que envolvem

geoprocessamento. Os dados aqui empregados foram extraídos dos sítios

eletrônicos do IPEA e do iPenha. O aporte teórico procurou descrever o que é a

violência contra a mulher e enfatizou as leis que amparam as vítimas. Com os

resultados gerados, foi possível observar quais os municípios piauienses que mais

sofreram com casos de feminicídios e quais os bairros da cidade de Teresina

possuem índices mais elevados de denúncias de algum tipo de violência que as

mulheres venham a ter sofrido. Para realizar uma análise mais complexa, os dados

quantitativos foram cruzados com informações referentes a educação, longevidade, renda, raça/cor, estado civil e classe econômica das vítimas. A partir das

informações geradas, concluiu-se que, a violência contra a mulher não obedece a

uma regra específica, ela atinge os mais diversos perfis existentes em uma

sociedade.

Ficha Técnica
Ano Publicação
2020
Páginas
96

Corpo Editorial



Editor Chefe

Prof. Dr. Edilson Antonio Catapan - Brazilian Journals Publicações de Periódicos e Editora, Brasil



Conselho Editorial

Prof. Dr. Edson da Silva - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Brasil

Profª. Drª. Fátima Cibele Soares - Universidade Federal do Pampa, Brasil

Prof. Dr. Gilson Silva Filho - Centro Universitário São Camilo, Brasil

Prof. Msc. Júlio Nonato Silva Nascimento - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Brasil

Profª. Msc. Adriana Karin Goelzer Leining - Universidade Federal do Paraná, Brasil

Prof. Msc. Ricardo Sérgio da Silva - Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

Prof. Esp. Haroldo Wilson da Silva - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil

Prof. Dr. Orlando Silvestre Fragata - Universidade Fernando Pessoa, Portugal

Prof. Dr. Orlando Ramos do Nascimento Júnior - Universidade Estadual de Alagoas, Brasil

Profª. Drª. Angela Maria Pires Caniato - Universidade Estadual de Maringá, Brasil

Profª. Drª. Genira Carneiro de Araujo - Universidade do Estado da Bahia, Brasil

Prof. Dr. José Arilson de Souza - Universidade Federal de Rondônia, Brasil

Profª. Msc. Maria Elena Nascimento de Lima - Universidade do Estado do Pará, Brasil

Prof. Caio Henrique Ungarato Fiorese - Universidade Federal do Espírito Santo, Brasil

Profª. Drª Silvana Saionara Gollo - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Brasil

Profª. Drª. Mariza Ferreira da Silva - Universidade Federal do Paraná, Brasil

Prof. Msc. Daniel Molina Botache - Universidad del Tolima, Colômbia

Prof. Dr. Armando Carlos de Pina Filho- Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil

Prof. Dr. Hudson do Vale de Oliveira- Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima, Brasil

Profª. Msc. Juliana Barbosa de Faria - Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Brasil

Profª. Esp. Marília Emanuela Ferreira de Jesus - Universidade Federal da Bahia, Brasil

Prof. Msc. Jadson Justi - Universidade Federal do Amazonas, Brasil

Profª. Drª. Alexandra Ferronato Beatrici - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Brasil

Profª. Msc. Caroline Gomes Mâcedo - Universidade Federal do Pará, Brasil

Prof. Dr. Dilson Henrique Ramos Evangelista - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Brasil

Prof. Dr. Edmilson Cesar Bortoletto - Universidade Estadual de Maringá, Brasil

Prof. Msc. Raphael Magalhães Hoed - Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Brasil

Profª. Msc Eulália Cristina Costa de Carvalho - Universidade Federal do Maranhão, Brasil

Prof. Msc Fabiano Roberto Santos de Lima - Centro Universitário Geraldo di Biase, Brasil

Profª. Drª. Gabrielle de Souza Rocha - Universidade Federal Fluminense, Brasil

Prof. Dr. Helder Antônio da Silva - Instituto Federal de Educação do Sudeste de Minas Gerais, Brasil

Profª. Esp. Lida Graciela Valenzuela de Brull - Universidad Nacional de Pilar, Paraguai

Profª. Drª. Jane Marlei Boeira - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, Brasil

Profª. Drª. Carolina de Castro Nadaf Leal - Universidade Estácio de Sá, Brasil

Prof. Dr. Carlos Alberto Mendes Morais - Universidade do Vale do Rio do Sino, Brasil

Prof. Dr. Richard Silva Martins - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul Rio Grandense, Brasil

Profª. Drª. Ana Lídia Tonani Tolfo - Centro Universitário de Rio Preto, Brasil

Prof. Dr. André Luís Ribeiro Lacerda - Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil

Prof. Dr. Wagner Corsino Enedino - Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil

Profª. Msc. Scheila Daiana Severo Hollveg - Universidade Franciscana, Brasil

Prof. Dr. José Alberto Yemal - Universidade Paulista, Brasil

Profª. Drª. Adriana Estela Sanjuan Montebello - Universidade Federal de São Carlos, Brasil

Profª. Msc. Onofre Vargas Júnior - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano, Brasil

Profª. Drª. Rita de Cássia da Silva Oliveira - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Brasil

Profª. Drª. Leticia Dias Lima Jedlicka - Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Brasil

Profª. Drª. Joseina Moutinho Tavares - Instituto Federal da Bahia, Brasil

Prof. Dr. Paulo Henrique de Miranda Montenegro - Universidade Federal da Paraíba, Brasil

Prof. Dr. Claudinei de Souza Guimarães - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil

Profª. Drª. Christiane Saraiva Ogrodowski - Universidade Federal do Rio Grande, Brasil

Profª. Drª. Celeide Pereira - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil

Profª. Msc. Alexandra da Rocha Gomes - Centro Universitário Unifacvest, Brasil

Profª. Drª. Djanavia Azevêdo da Luz - Universidade Federal do Maranhão, Brasil

Prof. Dr. Eduardo Dória Silva - Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

Profª. Msc. Juliane de Almeida Lira - Faculdade de Itaituba, Brasil

Prof. Dr. Luiz Antonio Souza de Araujo - Universidade Federal Fluminense, Brasil

Prof. Dr. Rafael de Almeida Schiavon - Universidade Estadual de Maringá, Brasil

Profª. Drª. Rejane Marie Barbosa Davim - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil

Prof. Msc. Salvador Viana Gomes Junior - Universidade Potiguar, Brasil

Prof. Dr. Caio Marcio Barros de Oliveira - Universidade Federal do Maranhão, Brasil

Prof. Dr. Cleiseano Emanuel da Silva Paniagua - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Brasil

Profª. Drª. Ercilia de Stefano - Universidade Federal Fluminense, Brasil

Prof. Msc. Juan José Angel Palomino Jhong - Universidad Nacional San Luis Gonzaga -Ica, Perú

Prof. Dr. João Tomaz da Silva Borges - Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, Brasil